O Laranja da Meios - e um pouco da comunicação das cores

10/02/2019

As linhas gerais (desse arco-íris)

Cores são elementos fundamentais à vida. Por elas o ser humano recebe estímulos que geram reações. Reações essas que, por vezes, remontam à ancestralidade genética. Este é o conceito de comunicação visual. O poder emocional de uma cor atravessa princípios psicológicos úteis para a comunicação. É por isso que entender sobre o significado das cores e suas combinações é importante para o trabalhos como design e marketing.

Quando entramos no tema para a linguagem visual, tudo parece muito incerto. Uma vez que a sutileza das cores e tonalidades e tendo em vista as individualidades de quem as observa, o estudo é, de fato, complexo. No entanto, existem linhas gerais nesse arco-íris.

Cores frias

Como o azul e o verde produzem sensações de tranquilidade e vida. Retomando à ideia de ancestralidade genética de milhares de anos do ser humano, essas estímulos são atingidos porque essas cores se relacionam ao céu e ao mar. A amplitude dessas forças da natureza reforça a influência de suas cores.

Neste vídeo do canal EntrePlanos, com o tema cores no filme Moonlight, Max Valarezo define as cores azul e verde como "cores que deixam o ambiente muito vivo e ajudam a traduzir a admiração da descoberta do mundo quando somos crianças".

A partir disso, e complexificando os tons e as emoções, é possível atingir níveis cada vez mais abstratos, mas ao mesmo tempo precisos sobre cada indivíduo. A mesma imensidão do azul, ao desbotar, dramatiza a sensação de solidão. O verde matizado sucinta à elegância de uma esmeralda.

Cores quentes

Como vermelho e amarelo são associadas aos elementos naturais fogo e frutos. Por essa razão estão na ponta oposta às frias, transmitindo uma energia intensa. Pegando-se pela ancestralidade, o fogo foi por muito fundamental para a vida, quando não tínhamos casas e roupas para nos aquecer. Daí, também, o sentido de conforto que a cor encontra, principalmente quando variado para tons de marrom. E aqui mora a nossa cor-destaque.

O Laranja da Meios

O laranja é uma cor quente entre o vermelho e o amarelo. O meio termo deste termômetro intenso foge à excentricidade do vermelho e suplanta o comedido amarelo.

Nosso Laranja pertence à mesma família que o Living Coral, a cor da Pantone para 2019, nosso ano de estreia.

Para nossa agência o laranja encontrou um ponto de significado próprio das convenções humanas e ao mesmo tempo ligado ao sentido existencial. Durante o processo de criação da empresa, passando pela linguagem visual, ao vencermos cada pequeno obstáculo, a sensação recorrente era o de dever cumprido.

O dever cumprido vem ao fim do expediente. O sentimento de ter feito seu melhor ao final do dia. Esse é o objetivo que temos como empresa. Atender às demandas e se sentir confortável com o resultado de cada dia. Nosso Laranja é o pôr-do-Sol, tão marcante no Rio de Janeiro quando ele se esconde atrás dos morros do Corcovado, Pedra da Gávea ou Dois Irmãos.

Ah, não esqueçamos do cinza-chumbo da nossa marca. A complementaridade perfeita para tanta energia, introduzindo à combinação a autoridade e a seriedade. O Sol brilha e se põe também nas grandes cidades . Somos, afinal, permeados de cinzas cheios de agitação e modernidade.

Espere por mais postagens sobre cores e sua comunicação. Fique atento!